quinta-feira, 19 de junho de 2008

Uma carta para uma senhora muito chata.



A senhora é muito chata, mas eu tenho por ti um sentimento de amor e ódio.



Mudando de assunto...


“O que são as dificuldades?”

“São como os caminhos e os rios”, “Algo que nos faz seguir adiante”.

Hoje eu tive dificuldade, acordei cansada sem vontade,naquele meu dia habitual abri a geladeira e tinha doces,e pratos deliciosos da sobra da festa de ontem e eu dei Graças a Deus por ter comida, mas ao mesmo tempo não "podia" comê-las, tenho objetivos e idealismos que me desviam de certos prazeres e sinceramente não quero dar de cara essa senhora muito chata.

Mas diante daquele pequeno prazer delicioso, só eu e ele, um na frente do outro, os pensamentos se confundem e a mente sedenta de vontade entra num túnel de ilusionismo, enganando a mim mesma, enchendo minha cabeça de desculpas hipócritas que quase sempre começam assim: A vida é uma só, o que é viver se não tenho direito a um simples prazer de comer um docinho, é só hoje, amanhã é outro dia ( mas sei, que se sair do meu foco, será difícil voltar) Mesmo assim...Nesse instante começo uma luta com meu inconsciente, tento me desviar, mas aquele pensamento fica martelando.

Pronto, comi.

Passada a sensação incrível de prazer causada pela liberação de serotonina, uns minutos de puro êxtase, eis que alguém bate a porta!

Há não! Você não senhora moralista, vai cair como uma pedra nas costas de outra pessoa, eu estou forte, fecho meus olhos e penso com todas as minhas forças repetitivamente, a vida é uma só, o que é viver se não temos um simples prazer em comer um docinho, a vida é uma só...Nesse momento percebo que já fui invadida por ela, a tal senhora chata... A dona CULPA, e penso: Que ela já me fez engordar, que meu mundo está perdido, que minha malhação da semana foi pelo ralo, que aumentaram instantaneamente as minhas celulites, que terei que recomeçar e todo recomeço é difícil , começo a me olhar de novo no espelho com a esperança do meu corpo não ter percebido o efeito devastador daquele docinho aparentemente inofensivo...Penso em tirar aquele peso de mim de alguma forma, e caio na rotina dos maus hábitos novamente.

Que sentimento ruim é a senhora hein, má, sem piedade, as vezes preferia que não existisse...

Mas tenho que assumir senhora culpa, tenho por ti um sentimento de amor e ódio, se a senhora não existisse, hoje eu não teria controle sobre as tentações, e é por medo de ti que ainda tenho meus objetivos.

Aprendi em algum momento da minha vida que duas coisas não podem ocupar o mesmo lugar ao mesmo tempo.

Num espaço ocupado pela culpa e pela sensação ruim de arrependimento, outras coisas boas,como a força e a vontade não conseguem entrar.

Então a única solução é escapar da culpa, se livrar dela e não sucumbir às tentações, só deixar entrar a força para passar pela dificuldade como se fosse o caminho do rio e fazer dela algo para seguirmos adiante...

Tudo sempre acaba bem no final. Se as coisas não estão bem, é porque você ainda não chegou ao final”.

Caí, senti prazer, senti culpa, me levantei e segui adiante...

Aceite os desafios. E não esqueça: existem momentos na vida em que precisamos mais de bravura do que de prudência. Certas decisões precisam ser tomadas no fogo da emoção.

caiu? levante e siga.



Um beijo e até +
Dani.

8 comentários:

  1. Adoreiiiiiiiiiiiiiiiiii
    e foi exatamente o que escrevi no scrap pra vc hoje pela manhã!!
    transmissão de pensamento! hehe
    obrigada por tudo, lindona!
    :****

    ResponderExcluir
  2. Dani,

    Amei esse texto...
    E é isso mesmo, precisamos de bravura para tomar as decisões certas no fogo das emoções.

    Não é fácil, não é mesmo. Mas a cada dia que passa me sinto mais capaz a tranformar meu corpo e minha vida, me sinto mais decidida.

    Você tem me ajudado MUITO nessa caminhada...eu nunca vou esquecer disso.

    Muito obrigada. De coração.
    Flavinha

    ResponderExcluir
  3. Ai Dani,
    como vc consegue passar para papel as coisas que passamos no cotidiano, tao bem assim?
    tudo que está escrito nesse texto, é realmente tudo que passo,minhas neuras, meu medo da culpa, as tentaçoes chatas que insistem em aparecer no alto da minha determinaçao como se fosse um teste, e eu sempre caio.
    Mas vou sempre me lembrar, caiu, levante e siga.
    beijos
    obrigada pelas palavras.
    Janaína

    ResponderExcluir
  4. Aiaiaia vc e fogo !! Acabei de cair nessa tentacao , sentei no sofa deprimida cheia de culpa , abri o blog e Bomba !!jhahahah to rindo sozinha . Comi sorvete , feliz da vida , trabalhei muito , eu merecia . Agora que acabou , fico aqui triste me sentindo uma baleia .
    Amei este texto !!

    Aiaiaia vou levantar e e ja .
    beijos CArol

    ResponderExcluir
  5. CARACAAAA,

    Me identifiquei COMPLETAMENTE com o texto. As vezes, um docinho, qdo vem a culpa ai vem a vontade de chutar o balde de vez pq já fiz besteira...etc...
    E o engraçado que é uma coisa tao "intima" que nunca a gente comenta e achei até engraçado saber que outras pessoas passam pelo mesmo sentimento.

    E a força de seguir adiante!!!! Esse é um texto para se guardar e quando vc ficar cara a cara com aquele "docinho" lê-lo, nem que seja mentalmente e falar DESSA VEZ VC NAO ME PEGA!!!!TENHO MINHAS METAS.

    valeuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu
    Raquel.

    ResponderExcluir
  6. Os textos da Dani são demais!
    escreve super bem, transpassa os sentimentos para um papel e sabe exatamente o que sentimos.
    ela deve passar por isso tudo, a gente vê os corpos lindos e acha que que aquela mulher não é de verdade, não sente essas coisas, que tem algo errado comigo.
    mas não.
    todas sentimos,só que umas lutam, se defendem e reagem e outras se entregam.
    muitos beijinhos carinhosos para você Daninha.

    ResponderExcluir
  7. Super bacana esse texto!!!

    Dani,vc jah pnsou em lançar um livro? Vc tem noção do qto vc vai AJUDAR com tantas dicas,incentivo,força.....???
    Acho o blog uma idéia bacana mas o alcance de um livro é mto gde e intenso.As mulheres estão lendo mto mais. Essa sua cronica que acabei de ler merece destaque em alguma materia...vc tem o dom da palavra,escreve bem,consegue passar com clareza suas mensagens.Te admiro cada vez +++....de verdade! Sou sua fã la na comunidade,aqui no blog e serei fã pra sempre. Obrigada por nos incentivar a seguir em frente.
    Beijinhos,
    Li

    ResponderExcluir
  8. Dani...o que acaba de acontecer cmg, vim ao seu blog e este texto caiu como luva...eu acabei de comer bolacha recheada ai ja pensei que estraguei tudo fiquei desanimada ate pensei q nem adiantaria eu ir a academia hj...+ qdo li seu texto mudei de ideia me deu mais força do q antes....obrigada por tudo!

    ResponderExcluir